POSICIONAMENTO DA BRASKEM SOBRE RECICLAGEM DO PLÁSTICO

O plástico é um aliado indispensável na conquista de uma sociedade cada vez mais sustentável, na medida em que contribui para o uso racional de recursos progressivamente mais escassos na natureza, como água, energia e alimentos, assim como para a redução das emissões atmosféricas dos gases que causam o efeito estufa. Lamentavelmente, os aspectos negativos decorrentes do descarte incorreto de artefatos plásticos após o uso, relacionados ao aumento da poluição ambiental, têm obscurecido o reconhecimento de suas qualidades.

Por ser mais leve do que seus sucedâneos, o plástico reduz substancialmente o peso de produtos como veículos, embalagens e paletes, entre outros, contribuindo para a economia de combustível durante seu deslocamento - em outras palavras, para a eficiência energética. Em embalagens de alimentos, preserva suas qualidades originais, prolonga a vida útil dos produtos, facilita sua chegada aos rincões mais distantes e ajuda no combate à fome. Em caixas d'água, tubos e conexões, devido às suas propriedades mecânicas e alta durabilidade, o plástico permite que a água tratada chegue em segurança aos lares e seja armazenada por longo tempo em condições adequadas para consumo.

Os exemplos são muitos e não é preciso ir além dos já mencionados. O importante é saber que a Braskem, em conjunto com seus Clientes e com a cadeia produtiva, vem trabalhando no desenvolvimento de soluções sempre mais sustentáveis, seja através de novas resinas seja pelo aprimoramento das tecnologias de aplicação, permitindo menor consumo de resina - por exemplo, garrafas e potes com paredes mais finas sem perda de resistência.

Para minimizar os efeitos indesejados do descarte inadequado de produtos plásticos, também em sintonia com a cadeia produtiva, a Braskem defende programas consistentes de educação ambiental visando conscientizar os consumidores, desde a infância, para a importância de considerar no seu processo decisório do ato do consumo todos os impactos ambientais e sociais associados a todas as etapas, desde a produção da matéria prima até o descarte, passado por todas as etapas de produção e uso dos produtos. Esses programas educacionais devem focar a indispensável participação de cada pessoa nos processos de coleta seletiva e da destinação correta após seu uso, combinados com projetos de reciclagem.

Para potencializar o impacto de sua atuação, a Braskem é filiada ao Cempre - Compromisso Empresarial para Reciclagem, ONG sem fins lucrativos dedicada à promoção da reciclagem dentro do conceito de gerenciamento integrado do lixo.

O plástico é totalmente reciclável, permitindo seu reaproveitamento inúmeras vezes. A reciclagem pode ser de três tipos: mecânica, pela qual os produtos são separados mecanicamente e classificados por tipos de materiais e tratados de forma a obter nova matéria-prima para a indústria dos plásticos; química, que consiste em diferentes tipos de tratamento do plástico, obtendo substâncias que podem ser utilizadas como matérias-primas ou insumos na indústria química/petroquímica; e a recuperação energética, que consiste na queima controlada de resíduos sólidos urbanos sem viabilidade econômica para a reciclagem mecânica (portanto, considerados rejeitos) e que seriam destinados para lixões e aterros sanitários, mas desta forma gerando energia e vapor. A recuperação energética é um processo complementar aos outros processos de reciclagem e só é possível porque o plástico atua como combustível no processo, com a vantagem adicional de conter a proliferação dos lixões e a sobrecarga atual dos aterros sanitários.

Com relação à recuperação energética, a Braskem está estudando, em parceria com a Foz do Brasil, a possibilidade de viabilizar o primeiro projeto de Unidade de Valorização Energética - UVE a se materializar em Mauá. Também faz parte do nosso posicionamento apoiar com ações efetivas junto a governos, agentes legislativos, órgãos financiadores etc. para que, através de mudanças no marco regulatório atual da área de energia, investimentos em UVEs se viabilizem economicamente, possibilitando que unidades sejam implantadas em grandes centros urbanos.

No âmbito da reciclagem química, a Braskem está empenhada publicamente em fomentar, apoiar e acelerar a implantação em Salvador de uma planta de escala industrial para reconversão do plástico em nafta, matéria-prima petroquímica, sob empresariamento da Nova Energia, empresa que tem os direitos de uso dessa tecnologia.

No contexto da reciclagem mecânica, a Companhia tem focado suas ações no apoio à inserção social de catadores. Em 2011 já foram impactados 666 catadores organizados em cooperativas em AL, BA, SP e RS. Desses, 134 já conseguiram aumento significativo da sua renda. Pretendemos ampliar a contribuição social, oferecendo apoio a ações comunitárias de coleta seletiva já existentes e buscando identificar oportunidades de novas aplicações com material reciclado. Por outro lado, é de suma importância fortalecer a participação da sociedade.

Para ilustrar nossa atuação nesse contexto, estamos desenvolvendo um projeto de reciclagem mecânica em Mauá, centrado na participação de uma cooperativa de catadores, que contempla até a elaboração do produto final - plástico madeira - visando ao fechamento do ciclo de vida do plástico. Consideramos o projeto pioneiro, pois o processo não se restringe apenas à separação do RSU, mas se estende até a fase final da cadeia agregando valor em todos os elos de produção e trazendo mais renda aos catadores. Os rejeitos deste processo serão passíveis de serem utilizados em uma alternativa de recuperação energética, caso isto seja de nosso interesse.

Com esse conjunto de iniciativas, que deverá ser ampliado gradativamente, a Braskem também se prepara para apoiar o setor no atendimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos, que estabelece um prazo para que se estabeleça a responsabilidade compartilhada e as empresas se responsabilizem pela logística reversa de seus produtos.

Esse posicionamento está alinhado à Visão 2020 da Braskem de ser a líder mundial da química sustentável, inovando para melhor servir às pessoas. A questão da reciclagem é um dos caminhos para alcançar esse objetivo.